MARROCOS ESPECIALISTAS

Marrocos

É tempo de Descobrir

Saara - Tinfou
Saara - Dakhla
Anti Atlas
Anti Atlas - Zagora
Alto Atlas - Ouzoud
Alto Atlas - Oukaimeden
Medio Atlas
Medio Atlas Ifrane
Rif e o Mediterâneo
Chéfchaouen no Rif
Informações Gerais
  • Superfície: + 700.00 Km 2

  • Litoral: 3.500 kms de Costa Atlântica e Mediterrânea

  • Capital Administrativa: Rabat

  • Capital Económica: Casablanca

  • Regime Político: Monarquia Constitucional

  • Rei - Chefe de Estado:
    Mohammed VI

  • Primeiro Ministro:
    Chefe do Governo

  • População:
    + 33,5 milhões de habitantes

  • Moeda: Dirham (MAD)
    1 Euro = 11 Dirham

  • Religião: Islão
    (Muçulmanos Sunitas)

  • Língua: Árabe (Oficial) e
    Francês (2º Língua)

  • Fuso Horário: Hora GMT

  • Electricidade: 220 Volts

  • Turismo: + 12,5 milhões de Turistas, com 87.000 portugueses e 45.000 brasileiros em 2017, com um aumento de 26% e 38% respectivamente.

  • Fale Connosco:
    Delegação Oficial do Turismo
    de Marrocos
    Rua Artilharia Um, 79, Loja A
    1250-038 Lisboa - Portugal
    info@turismodemarrocos.com
    Tel (+ 351) 213 885 871
    Fax (+ 351) 213 880 077
Formalidade e Emergência
  • Passaporte: Os portugueses só necessitam de ter passaporte válido por um período mínimo de 3 meses. A permanência em Marrocos é limitada a 3 meses. Se exceder tal período terá de solicitar junto da Direcção Geral de Segurança Nacional um cartão de residência temporária. Formalidades em www.douane.gov.ma

  • Emergência Ambulância: 15

  • Emergência Polícia: 19

  • Emergência na Estrada: 177

  • Saúde: Nenhuma vacina é obrigatória. Consuma água mineral engarrafada. Lave bem a fruta e os legumes. Não tome banho em rios, lagoas ou águas estagnadas.

  • Animais: :
    É permitida a entrada de animais de estimação documentados com certificado sanitário com prazo de seis dias e registo de vacina da raiva inferior a seis meses.

  • Embaixada de Portugal em Rabat:
    Tel.: + 212 (0) 5377 546 46/7/9.
    Rue Thami Lamdouar – Soussi – Rabat 10 170 Maroc. E-mail: sconsular.rabat@mne.pt

  • Gabinete de Emergência Consular(GEC – 24 Horas): Tel.: + 351 961 706 472 / + 351 217 929 714. E-mail: gec@mne.pt. O Gec dispõe de um serviço de registo de contactos de portugueses que viajam para Marrocos ou outro país, percursos de viagem, datas de partida e chegada, locais de pernoita e registo de família ou amigos em Portugal a ser avisados em caso de emergência. Recomenda-se um seguro de viagens cobrindo todos os riscos.
Regiões
  • Marrocos tem a norte o Mediterrâ- neo e a Oeste o Oceano Atlântico, rodeado por uma fértil planície litoral e cadeias de montanhas que descem de Norte para Sul, sempre acompanhadas, a poente, pelo Deserto do Saara.

  • Rif: Preservado e autêntico é uma bela montanha verde de cedros, abetos, pinheiros e amendoeiras que desce até às escarpas e às pequenas praias do Mar Mediterrâneo. No seu ponto mais alto atinge os 2.450 m. Tem as belas cidades de Tetouan, Al Hoceima e Chefchaouen – a cidade azul de Marrocos.

  • Alto Atlas: O Monte Toubkal com 4.165 m é a montanha mais alta de Marrocos e tem a estação de desportos de Inverno e Ski de Oukaimeden, a mais alta de África, a 2.650 m, com as espantosas cascatas de Ouzoud e o Parque Nacional de Toubkal.

  • Médio Atlas: Tem 350 kms de extensão entre o Rif e o Alto Atlas, com planaltos espantosos e fertéis em cereais, legumes, frutas e vinhos. É a maior e a mais pura reserva de água do Norte de África. Tem pistas de ski em Michlifen (2.065 m) e Ifrane é a “Suiça de Marrocos”.

  • Anti Atlas: Une o Alto Atlas ao Saara. O seu cume está a 3.300 m e domina os Vales do Dadés e do Draa, cobertos de verde, palmeiras e Kasbahs berberes.

  • Deserto do Saara:
    Limita a este Marrocos de Norte a Sul. De Oujda a Erfoud (Merzouga). De Tinfou a Tan Tan Plage e Dakla na costa do Atlântico.
Clima
  • Previsão: www.meteomaroc.com

  • Clima Mediterrânico: No   norte
    com Invernos suaves (10º / 16º).
    Primaveras amenas (21º / 26º).
    Verões agradáveis (26º / 30º).

  • Clima Montanha: Rif, Médio Atlas e Alto Atlas com Invernos frios (0º / 6º).
    Primaveras frias (7º / 14º).
    Verões frescos (16º / 22º).

  • Clima Atlântico: Litoral Norte temperado, em Tânger é de 15º C no Inverno e 25º C no Verão. Litoral Sul mais quente, propício para fazer praia todo o ano. De Agadir a Dakhla as praias oferecem 21º em Janeiro e 27º em Julho.

  • Clima Continental:Nas planícies do sopé das montanhas, nos planaltos e vales interiores. Tem Invernos frios (4º / 9º). Primaveras excelentes (16º / 23º). Verões quentes (26º / 37º), em Fez, Meknés, Marrakech, Ouarzazate.

  • Clima Desértico do Saara: De Novembro a Março é o tempo ideal de visitar o Saara, praticar o trekking, passeios de camelo ou de 4 x 4, com fantásticas estadias em tendas berberes com todo o conforto que a hotelaria e Operadores Turísticos de Marrakech, Ouarzazate e Agadir já oferecem com serviço de excelente qualidade.

  • Melhores épocas para a sua Viagem: Primavera e Outono para os Circuitos Imperiais, praias do Atlântico Sul e Saidia, aventura e passeios no Saara, praticar Golfe, Surf ou Ski no Alto Atlas (Oukaimiden) e no Médio Atlas (Michiflen) na Primavera. Sol e Praia todo o ano nas praias a sul de Agadir. Inverno no Saara e nas praias de Dakla a Laayoune. Verão para passar férias nas praias do Litoral Atlântico e Mediterrâneo.
Transportes
  • Ligações Aéreas: A TAP e a RAM asseguram voos diários desde Lisboa e Porto para Casablanca, Tânger, Agadir, Marrakech , Fez e Ouarzazate. Todos os principais Operadores Turísticos Portugueses dispõem de programas de férias em voos charters de Maio a Outubro, e no resto do ano para Saïdia, Agadir e Marrakech. A Royal Air Maroc tem voos diários do Brasil para Casablanca (Mohammed V). Tem 4 voos semanais de São Paulo (Guarulhos), e 3 voos semanais do Rio de Janeiro (Galeão), operados com os novos Boeings 787 Dreamliner. Em 2019 a RAM aumentará para 7 voos semanais a rota São Paulo - Casablanca.

  • Aeroportos: Marrocos dispõe de 14 Aeroportos Internacionais – Casablanca (Mohammed V), Tânger (Ibn Batouta), Marrakech (Menara), Agadir (Al Massira), Oujda/saidia (Les Angades), Rabat – Salé, Fés (Fez-Saiss), Laayounne (Hassan I), Ouarzazate, Al Hocina (Cherif Al Idrissi), Essaouira-Mogador, Tétouan (Sania-Ramel), Errachidia (Moulay Ali Cherif), Nador (Al Araoui). Informações: Onda – www.onda.ma

  • TVG (Comboio de Alta Velocidade): Marrocos é o primeiro país de África a dispor do TGV que ligará Tânger a Rabat e a Casablanca. Informações: Oncf - www.oncf.ma

  • Auto Estradas e Estradas: Todas as grandes cidades estão ligadas por auto-estradas. De Tânger a Rabat, a Casablanca, a Marrakech até Oujda ou Agadir. De Tânger para Tétouan. E de Rabat para Méknes, Fés, Taza e Oujda/Saidia. A viagem nas auto-estradas é feita mediante pagamento de portagens.

  • Ligações Marítimas: Há Ferries de Tarifa e de Algeciras para Tânger. Partidas de Algeciras são de hora a hora, ao longo de 24H e de Tarifa de 2 em 2 horas, entre as 7H00 e as 21H00. Tânger é o principal porto de chegada de cruzeiros. Nador tem porto de cruzeiros e tem ligações por ferry com Almeria. Algeciras tem ligações de ferry com Ceuta (Esp.) e Melilla (Esp).
Alojamento
  • Hotéis: Marrocos tem cerca de 2.000 hotéis, dos quais 60% são de 3, 4 e 5 estrelas, com preços e qualidade de serviço homologado pelo Ministério de Turismo: www.tourisme.gov.ma

  • Riads: Os Riads são antigos palacetes, por vezes pátios andaluzes, convertidos em hotéis. Estão situados na medina de cidades como Marrakech, Fez, Rabat, Méknes, Ouarzazate ou Essaouira. Oferecem alojamento em meia pensão só com pequeno almoço com preços desde 30 /35 Euros por noite.
    Os Riads são um símbolo da arte de viver de Marrocos, adequados ao descanso e ao relaxamento.

  • Parques de Caravanismo e Campismo: Parques para auto-caravanas, devidamente arborizados e instalações sanitárias encontram-se nas principais cidades e junto de praias.
Desportos
  • No Mediterrâneo: Cabo Negro, Martil, Al Hoceima, Nador e Saidia dispõem de marinas para iates, centros naúticos com aluguer de veleiros, barcos para esqui náutico, jet ski, wind-surf, pesca desportiva, vela, observação de golfinhos, mergulho e pesca submarina.

  • No Atlântico Norte: Nas praias o kite e o windsurf e Azemmour, a 70 kms a sul, a caminho de Essaouira, onde é imensa a tranquilidade da praia e é fantástico surfar ondas quase perfeitas, passear a cavalo ou rolar em sand-boarding pela beira do mar.

  • No Atlântico Sul: De Agadir a Laayounne e nas óptimas águas cálidas de Dakhla, pode voar ao sabor dos ventos alísios. Aqui estagiam muitos dos campeões mundiais de kitesurf que participam na famosa Dahla Kiteboarding World Cup, num dos cinco lugares melhores do mundo para esta modalidade. No surf os spots de Safi da baía de Essaouira e na vila de surfistas de Taghazout há ondas largas, com sequências regulares e com tubos entre os 800 e os 1.000 metros até à mítica Praia Branca de Tan-Tan.

  • No Saara: O Sand Bord nas manhãs tranquilas de Janeiro a Abril, ou de Outubro a Dezembro. A aventura xtreme nas dunas em 4 x 4, ou na Maratona das Areias (Desert Run) cujas etapas decorrem no Saara, nas dunas da Região de Errachidia, no início de Abril 2018.

  • Do Rif ao Atlas: Trekking nas encostas da maior reserva de abetos do Rif, o alpinismo e as escaladas no Alto Atlas à volta do Jbel Toubkal a 4.167 m. de altitude, com as pistas de ski de Oukaimeden ou as pistas de Michlifen no Médio Atlas. O Rafting pelos Vales dos rios velozes e cheios de trutas que descem até ao Anti-Atlas. A olhar tudo isto a tranquilidade de 24 campos de golfe de Marrakech a Fez, de Saidia a Tânger, de Rabat a Mazagão ou de Casablanca a Agadir.
    (www.golfdumaroc.com)
Gastronomia
  • A Culinária: Marrocos tem uma das melhores cozinhas do mundo, com influências andaluzes, bérberes e árabes que diferem em cada região do reino. Os pratos nacionais de Marrocos é o famoso cuscus e as tajines em recipiente de barro com tampa cónica que vai ao lume brando. A Tajine Kahlia, uma especialidade de Erfoud é feita com carne de cordeiro e com 44 especiarias diferentes. Há infinitas saladas frias ou quentes, sendo a Salada Méchouia das mais famosas. A sopa Harisa é servida no mês do Ramadão para quebrar o jejum. A Pastilla é outra especialidade nacional, de origem andaluz, em forma de pastel de massa recheado de peito de pombo ou de frango com amêndoas. Também deve provar a Pastilla de mariscos. As lagostas, os lavagantes, as ostras de Oualidia, os peixes grelhados e as excelentes sardinhas de Essaouira … ao longo de toda a costa Atlântica. Nos doces há um pequeno mundo de delícias (M'hanecha, Briouats …) nascidas do mel, das amêndoas e até da flôr da laranjeira. As mulheres de Marrocos são as guardiãs destes imensos e seculares segredos culinários, mas os homens continuam a ser os especialistas do chá.
Festas Tradicionais
  • Janeiro:
    Maratona Internacional de Marrakech

  • Fevereiro:
    Festa das Amêndoeiras, em Trafraout (Sul de Agadir)

  • Março:
    Festival do Algodão em Beni Mellal

  • Abril:
    Festival de Música de Merzouga Maratona das Areias (Errachidia)

  • Maio:
    Festa das Rosas em Kelâa M'Gouna (Ouarzazate)

  • Junho:
    Festa das Cerejas em Sefrou (Fés)
    Festival de Música Gnaoua (Essaouira)

  • Julho:
    Festa do Mel em Imouzzer (Agadir)

  • Agosto:
    Moussem Moulay Abdallah em El Jadida

  • Setembro:
    Festival das Noivas de Imilchil (Alto Atlas)

  • Outubro:
    Festa das Tâmaras (com as famosas corridas de camelos) em Erfoud
    Festa do Cavalo em Tissa (Fés)

  • Novembro:
    Festival de Música de Ouarzazate Moussem de Tan Tan

  • Dezembro:
    Festival das Oliveiras em Fés
Compras
  • Agadir: Na Medina – tapetes, cola‐ res, brincos, diademas, braceletes em prata e véus de seda para Senhora. Ornamentos em âmbar, madeira e metais artísticos.

  • Casablanca: Na Medina - Peças cinzeladas de metal branco e doura‐ do, marroquinanria (colares, pulseiras, anéis, etc).

  • Fès: Na Medina - cerâmica esmaltada de azul cobalto, bordados de Fès em toalhas, lenços e mantas. Quadros de estuque esculpido. Pratos, bandeijas e bules de metal dourado cinzelado à mão.

  • Marrakech: Na Medina - os couros (malas, carteiras, casacos ou os famosos chinelos "babouches"), os tapetes, as bandejas e os bules do típico metal branco prateado (liga de cobre‐zinco-níquel) jóias de prata e ouro, chás medicinais e de menta.

  • Meknés: Na Medina - objectos de madeira esculpida e pintada, tapetes alfombras e dordados, pastas e vestuários de couro, seda e linho, marroquinaria e o melhor azeite de Marrocos.

  • Ouarzazate: Na Medina – Águas de Rosas, tâmaras, tapetes Taznakht (bérberes) couro Filali (o melhor e mais fino de Marrocos).

  • Rabat: Na Medina – bordados e tapetes de Rabat, cerâmicas artísticas com as famosas tagines. Tecidos de linho e seda, artigos de couro, mar‐roquinaria e joalharia.

  • Saidia: Na Medina de Oujda – casacos de pele, bandejas e artigos de metal branco para chá e decorações, chá de menta, especiarias, véus de linho e seda.

  • Tânger: Na Medina – casacos, malas e pastas e sapatos de couro, pulseiras e anéis de prata e ouro, tapetes, lenços de seda, linho e bordados, óleo de Argão, chás medicinais e de menta, marroquinaria.

  • Tétouan: Na Medina – chapéus típicos do Rif, bordados (colchas, toalhas, véus, etc) toalhas e panos de linho, vestuário e objetos de couro.
Anterior Seguinte